Luiz Antônio Ribeiro é medico graduado pela Universidade de Mogi das Cruzes (UMC), pós-graduado em: Acupuntura pela Associação Médica Paulista de Acupuntura; Homeopatia pela Associação Brasileira de Homeopatia; Medicina do Trabalho pela Universidade de São Paulo (USP); Medicina Estética pelo Instituto Magistral; Lipoplastia (Lipoaspiração) pela Societé Internacionale de Lipoplastie França; Terapia Ortomolecular pela Associação Brasileira de Oxidologia; Biotecnologia com Ênfase em Células-tronco pela Faculdade de Ciências Médicas de Minas Gerais; Médico da equipe do núcleo de terapia celular no NUCEL/USP – Laboratório de Terapia Celular e Biologia Molecular da Universidade de São Paulo (USP); e mestrando do Instituto de Química da USP.

Convenções

Frequentemente o Dr. Luiz Antonio Ribeiro participa de algum congresso das áreas em que atua. Os que consideram de maior relevância são os que acontecem nos Estados Unidos no World Summit Stem Cells onde ocorre o encontro de toda a comunidade mundial envolvida nos estudos com células-tronco; participou dos três últimos realizados. Ele considera que todo congresso que participa traz respostas para muitos dos casos que ainda não conseguiu resolver ou, no mínimo, traz uma direção. “O melhor dos congressos são os bastidores, temos a possibilidade de conversar de maneira informal com os palestrantes”, considera.

Objetivo profissional

Ofertar aos pacientes tratados atualizados para cura e alivio de seus sintomas.

Incentivo

A ciência em si me incentiva! Nada me fascina mais do que os avanços do conhecimento e o campo das possibilidades de tratamentos que se abrem com as células-tronco. “Penso que estamos vivendo uma revolução na medicina como na ocasião da descoberta das penicilinas”, avalia.

Reciclagem

Dr. Luiz investe na reciclagem e no aperfeiçoamento profissional com a certeza de que com isso pode ajudar a deixar algo de bom para as futuras gerações. O médico vê na “medicina regenerativa” baseada nas células-tronco e biometrias o futuro da Medicina.


Diabetes é uma doença que atinge milhões de pessoas no planeta

Clique aqui para ver o vídeo da matéria